Skip to content

Ambrósio, apetecia-me algo

03/08/2009
Pormenor de uma Pacific Yurt (à esq.) e da Yurt mongol, em Arganil.

Pormenor de uma Pacific Yurt (à esq.) e da Yurt mongol, em Arganil.

diferente. Bom, na verdade a milady não poderia levar o tailleur amarelo para estas férias, mas concerteza terá uma bela toilette de montanha, ou até um fato de montar, porque não?

Chamam-lhe  “glamping”, por ser uma espécie de campismo glamouroso, porque isto de dormir numa yurt tem o seu glamour, naturalmente! Mas independentemente de nos fazer sentir um pouco nómadas, um pouco a Annemarie Schwarzenbach, o interessante deste tipo de férias, além do óbvio contacto com a Natureza (existe cenário mais bucólico do que dormir debaixo de um castanheiro?), é a preservação do meio ambiente.

Sim, não há volta a dar, ou melhor, a Terra dá voltas e mais voltas, e acabamos por ter de recorrer aos antepassados para aprender alguma coisa sobre o respeito pela Natureza. Com uma grande vantagem sobre eles: a tecnologia, que serve para aquecer a água do banho com energia solar, por exemplo, ou tratar as águas residuais.

Por isso, não há grandes justificações para não termos, cada um de nós, em consideração a  redução da pegada ecológica.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: